terça-feira, 26 de abril de 2011

RN tem quase 9 mil casos de dengue notificados desde o início de 2011

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou, nesta segunda-feira (25), por meio do Programa Estadual de Combate à Dengue, o novo boletim epidemiológico com os números da dengue. Desde o início do ano até o último dia 16 de abril, o RN contabiliza um total de 8.993 casos notificados, dos quais 1.853 foram confirmados.

Conforme os últimos dados, o número de municípios do RN que apresentam incidência alta da doença corresponde a 46, enquanto 50 estão com média, 59 com baixa e 12 com incidência silenciosa. O município de Natal permanece com incidência média, tendo registrado 2.156 notificações. Os dez municípios que apresentam o maior número de casos notificados no Estado são: Mossoró (1.000), Parnamirim (504), João Câmara (429), Pau dos Ferros (355), Macaíba (335), Nova Cruz (240), São Gonçalo do Amarante (230), Equador (188), Guamaré (183) e Santo Antônio (162).

Para combater o avanço da dengue, a Sesap continua realizando a operação com os carros-fumacê (Ultra Baixo Volume – UBV) nas zonas Leste e Oeste de Natal, iniciada no último dia 14. Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Combate à Dengue, Kristiane Fialho, a operação abrange 10 bairros: Petrópolis, Cidade Alta, Alecrim, Quintas, Bairro Nordeste, Bom Pastor, Dix Sept Rosado, Barro Vermelho, Lagoa Seca e Mãe Luiza. Também são contemplados pela operação os municípios de Parnamirim e Macaíba, onde há alta transmissão da doença.


fonte: dnonline.com

Um comentário:

Ministério da Saúde disse...

Estamos trabalhando em conjunto com Secretarias Estaduais e Municipais para planejamento e execução de ações como:
Reforço na aplicação de larvicidas e inseticidas;
Busca ativa de casos suspeitos de dengue em residências e unidades de saúde;
Visitas de Agentes Comunitários de Saúde a domicílios com casos suspeitos e confirmados, para eliminação de criadouros;
Intensificação da limpeza urbana;
Intensificação da investigação laboratorial de casos suspeitos de dengue;
Campanhas de educação em saúde e mobilização social.

A mobilização depende de todos nós. Saiba mais: http://bit.ly/bT2nsJ. Divulgue. O combate à dengue não pode parar.
Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude
Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude